Clique e acesse a edição digital

Ajudando o sono do meu filho

Tempo de Leitura: 5 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
bebe-fofo-de-vista-superior-com-bicho-de-pelucia

Criança que não dorme é sempre um tormento na vida das famílias. Cria-se um ambiente ao longo dos dias e semanas mal dormidas de stress, falta de paciência e mesmo empatia para com o problema daquela criança.

Os distúrbios do sono em crianças podem ter também um impacto enorme no desenvolvimento físico e de aprendizagem da criança, além de consequências na dinâmica familiar. A higiene do sono é importantíssima para organizar o sono saudável da criança, prevenindo problemas relacionados a ele e nada mais é do que uma série de medidas, comportamentos, hábitos e conhecimentos que auxiliam em uma boa noite de sono.

A paz e estabilidade emocional da família também traz contribuição importante para o desenvolvimento das rotinas das crianças, inclusive no dormir. Quanto maior a estabilidade e segurança vividas pelas crianças, mais fácil de aprender a solucionar e enfrentar problemas e se desenvolver adequadamente mesmo com o sono e o ato de dormir.

Há dificuldade em várias famílias em estabelecer limites tanto de dia, quanto a noite para as crianças e isso prejudica diretamente as regras e rotinas do sono, tornando o momento de dormir como algo estressante e desgastante para todos.

A família deve estar mobilizada para o horário de dormir, sem brigas, discussões, ameaças, violência, com muita paciência, amor e acolhimento. Alguns pais colocam a criança para dormir para resolver questões da casa, trabalho, família ou mesmo para ter um descanso. Em algumas famílias, esse é o único momento de interação com a criança. Marcá-lo com castigos, ameaças, cobranças relaciona o dormir com medo, ansiedade e outros sentimentos ruins que podem trazer consequências para vida toda.

A Sociedade Brasileira de Pediatria preconiza algumas orientações, apontando como fundamentais para uma boa higiene do sono e muitas delas são específicas de cada fase da vida da criança.

Os primeiros anos de vida da criança dependem única e exclusivamente da interação com seus pais, refletindo a própria experiência desses que serve como guia para o cuidado do bebê. Nem todos os pais estão preparados para a tarefa de educar o sono e nem toda criança é fácil de lidar. Seguem algumas recomendações para uma boa higiene do sono nos pequenos.

• manter uma rotina para os cochilos diurnos, evitando deixar acontecer no fim da tarde

• criar uma rotina para a hora de dormir que contenha um bom momento com os pais (ler histórias, ouvir uma música etc.)

• criar um ambiente que leve ao sono e recompensar noites bem dormidas

• manter um horário regular de dormir e acordar

• não deixar a criança adormecer mamando, nem fora da própria cama

• colocar a criança na cama ainda acordada

• tentar alimentar o mínimo possível durante a noite de sono

• evitar levar a criança para sua cama para adormecer ou acalmar

• caso a criança acorde durante a noite, conversar com ela com calma, em voz baixa, luz fraca, permanecer com ela até voltar para o sono, mas sem agitá-la

Nos maiores de 1 ano, a observação dos pais sobre os primeiros sinais de sonolência da criança e a instalação de uma boa rotina de sono, repetitiva e prazerosa para as crianças colabora muito para uma noite de sono adequada. As recomendações de higiene do sono são basicamente as mesmas, trazendo algumas adequações próprias da idade como:

• evitar bebidas que contenham cafeína como café, refrigerante e chocolate

• manter um horário regular de dormir e acordar

• não deixar a criança adormecer mamando, assistindo televisão ou usando qualquer eletrônico, nem adormecer fora da própria cama, como no sofá

• não alimentar durante a noite de sono

• caso a criança acorde durante a noite, também conversar com ela com calma, em voz baixa, luz fraca, permanecer com ela até voltar para o sono, mas sem agitá-la. Sempre avisar que após ela voltar para o sono, você retornará para seu quarto.

Nas crianças maiores e adolescentes, eles já aprenderam a dormir, mas podem ter seu ritmo de sono atrapalhado por hábitos ou rotinas erradas. É importante nessa fase, manter também a higiene do sono, seguindo as mesmas recomendações, acrescentando-se outras simples, mas muitas vezes desafiadoras para as famílias.

• criar uma rotina para a hora de dormir que possibilite acalmar os pensamentos e a mente

• evitar cigarro e álcool nos adolescentes

• criar um ambiente que facilite o sono

• manter um horário regular de dormir e acordar, mesmo aos finais de semana

• não fazer cochilos durante o dia

• evitar alimentos pesados antes de adormecer e não se alimentar durante a noite de sono

• não usar celular e outros eletrônicos antes de adormecer, assim como evitar atividades agitadas antes de adormecer

Um dos primeiros aprendizados de comportamentos aprendidos pela criança é a rotina da hora de dormir, tanto de horário como de atividade e ela é a base para a noção de organização da própria criança. O sono saudável traz consequências para o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional da criança. Façamos dele um bom momento, prazeroso e feliz para toda família.

Dra. Daniela Vinhas Bertolini
Pediatra e Infectopediatra. Doutora em Pediatria pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).
Membro do Departamento de Infectologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo. Infectopediatra do Programa Estadual e Municipal de IST/Aids de São Paulo
@dradanielabertolini
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

10 mitos sobre o glúten

A dieta livre de glúten ganhou as manchetes das revistas e virou tendência quando muitos famosos começaram a revelar que eram adeptos a este método

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!