Clique e acesse a edição digital

Alterações normais da pele na gestação

Tempo de Leitura: 4 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
mulher-gravida-segurando-a-barriga

A gravidez é uma fase de intensa modificação no organismo da mulher. São muitos fatores hormonais e físicos que agem diretamente na pele, que é um órgão bastante sensível, e por isso algumas dessas alterações são consideradas fisiológicas, ou normais, nesse período. E são delas que vamos falar hoje.

Durante o período da gestação ocorrem intensas mudanças no organismo da gestante, a nível hormonal, vascular, metabólico e imunológico também. Com a pele, como é o maior órgão do corpo, também sofre alterações e aparece em torno de 90% das gestantes. Sabemos que ocorre um aumento intenso de hormônios, como estrogênio e progesterona, que associados aos fatores físicos, como a distensão da pele, causam a maior parte das alterações.

Alem das alterações normais, também podemos ter outras dermatoses como por exemplo: as afetadas pela gravidez, que já estavam presentes antes, mas que são pioradas no período; e dermatoses especificas da gravidez, que são doenças que aparecem durante a gravidez e estão associadas a ela.

As alterações fisiológicas são o grupo mais comum de dermatoses em gestantes, e mesmo não caracterizando doença podem trazer algum desconforto físico ou emocional. Vamos abordar os tipos mais comuns e o que podemos fazer para atenuar esses possíveis incômodos.

  • Alteração da cor de pele:

Essas alterações de coloração de pele são extremamente freqüentes, em torno de 90% das grávidas. Normalmente aparecem no primeiro trimestre e tendem a sumir após o parto.

Há uma acentuação generalizada da coloração, principalmente em mamilos e aréolas mamárias, axilas, genitais externos, região perineal, ânus e face interna das coxas.No abdome podemos ter o aparecimento de uma linha escurecida vertical que se chama linha nigra, ela também some após o parto.

Outra alteração de pigmentação que ocorre em ate 75% das gestantes é o cloasma ou melasma. São manchas escuras que aparecem na face, com diversas distribuições. Ele normalmente aparece no segundo trimestre de gestação, e pode ter regressão completa no pós-parto. Em alguns casos, as manchas podem não desaparecer e se tornarem persistentes. Uma das dicas para prevenir seu aparecimento é o uso de protetor solar diariamente. Lembrando que não podemos tratar durante a gestação.

  • Hirsutismo

É o crescimento excessivo de pelos, em locais de não habituais para mulheres, associado a diminuição da sua queda. Acontece na segunda metade da gestação.

Após o parto, principalmente entre o 1 e 5º mês, ocorre o eflúvio telógeno, que é uma queda mais acentuada dos fios. Ele normalmente é autolimitado, mas pode se manter por um período maior se estiver associado a outros fatores, como estresse pós-parto ou alterações hormonais.

  • Varizes

As varizes (dilatação das veias), e o edema periférico (inchaço nas extremidades, principalmente em pés, pernas) são duas alterações frequentes e temidas pelas grávidas.

As varizes costumam surgir após 3º mês de gestação e são mais comuns em região anal (hemorroidas) e pernas e tendem a regredir no pós-parto. Elas podem não regredir e se tornarem persistentes, por isso a prevenção é importante. Pode ser feita com uso de meio elástica, repouso em posição lateral ou com membros elevados, além de evitar longos períodos de pé.

  • Estrias

As estrias são muito freqüentes na gestação, até 70-90% podem apresentar. Aparecem principalmente após a 24ª semana de gestação e não costumam desaparecer no pós-parto, passando para um aspecto branco. Normalmente afetam abdome, coxas, região mamária e dorso. A prevenção é muito importante, deixando a pele bem hidratada com cremes e ingesta hídrica adequada.

Quais os cuidados devo ter:

Durante a gravidez temos que manter um estilo de vida saudável, mas também vou listar aqui alguns cuidados necessários:

  • Evitar e se proteger a exposição solar;
  • Controlar o ganho de peso;
  • Manter uma alimentação saudável e praticar atividade física
  • Reforçar a hidratação oral: cerca de 2L/dia
  • Manter a pele hidratada: Aplicar creme hidratante após o banho e varias vezes ao dia, evitar banhos quentes e prolongados, evitar temperaturas extremas.
  • Não realizar tratamentos dermatológicos sem indicação medica.

Espero ter esclarecido as principais dúvidas sobre essas alterações fisiológicas da pele na gestação. Caso surja algum questionamento ou dúvida, estou aqui para ajudar.


Dra. Carla Spido Marchioro
Médica apaixonada por pele, mas acima de tudo por pessoas! Aliando saúde, bem-estar e estética, na busca da sua melhor versão.
Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)
Pós-graduada pela IPCG e Especializada em Cosmiatria
@dracarlamarchioro
carlasmarchioro@gmail.com
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Vitamina Geral

As vitaminas são compostos orgânicos essenciais para o bom funcionamento do organismo. A própria palavra já nos traz uma ideia em relação ao seu papel,

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!