Clique e acesse a edição digital

COMO DIFERENCIAR GRIPE DE RESFRIADO E ALERGIA

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os espirros e tosses seguidos de dor de cabeça nem sempre significa um simples resfriado, em alguns casos pode indicar uma forte gripe podendo levar à pneumonia.
Como os sintomas são parecidos, é comum que as doenças sejam confundidas. A Dra. Angela Shimuta, otorrinolaringologista da Clínica de Especialidades Integrada, explica que a gripe e o resfriado são transmitidos por diversos tipos de vírus, mas reagem de formas parecidas no corpo.
O resfriado envolve sintomas respiratórios mais leves como irritação na garganta, coriza, tosse e congestão nasal e costuma se resolver em 1 semana , entretanto há casos em que os sintomas não melhoram após este período, o que sugere a possibilidade de contaminação bacteriana , significando que o paciente possa necessitar de antibióticos.
Já na gripe os sintomas costumam ser mais severos, pode aparecer de forma repentina e desenvolver os seguintes sintomas: congestão nasal, dor de garganta, tosse, febre, dor muscular, cefaleia e cansaço. Uma complicação comum da gripe é a pneumonia, particularmente em crianças, idosos ou indivíduos com problemas pulmonares ou cardíacos. Um dos sinais importantes da pneumonia é a falta de ar e recomenda-se procurar um especialista o mais rápido possível.
Diferente da gripe e do resfriado que são causados por vírus e cuja transmissão se dá pelo ar, mãos de pessoas infectadas ou pela tosse ou espirros, a alergia é causada por reações provocadas pelo sistema imune. O organismo reage a alergenos como: pólens ou pó, provocando a liberação de substancias químicas como a histamina , a mesma liberada durante uma gripe , levando a congestão nasal, coriza, tosse e espirros. Enquanto que na gripe e resfriado os sintomas demoram alguns dias para começar, na alergia os sintomas se iniciam imediatamente após a exposição ao alergeno e também não é contagiosa
.
A gripe e resfriado podem ser evitados lavando frequentemente as mãos, evitando o contato com pessoas contaminadas, e na gripe especificamente recomenda-se a vacinação anual , que pode diminuir o risco em até 90%, alerta Dra Angela.
Para cada caso, é necessário uma orientação e medicamentos adequados
Tanto para o resfriado quanto para a gripe a pessoa portadora do vírus pode tomar analgésicos e antitérmicos. A alergia pode ser tratada com antialérgicos ou descongestionantes que devem ter prescrição médica.
Xarope e inalação ajudam a descongestionar o nariz e melhorar a respiração, tosse e a coceira na garganta.
Se as doenças não forem tratadas corretamente, há chances de sérias complicações e risco de vida. Dessa forma recomenda-se sempre procurar um especialista na suspeita de qualquer inicio dessas doenças
A especialista Dra. Angela Shimuta elaborou uma tabela listando os sintomas de cada patologia, veja:

SINTOMAS RESFRIADO GRIPE ALERGIA

FEBRE RARO FREQUENTE, MAIS ALTA NUNCA
CEFALÉIA RARO INTENSA ÀS VEZES
DOR NO CORPO E MUSCULAR LEVE SEVERA, PODE DURAR SEMANAS NUNCA
FRAQUEZA E EXAUSTÃO NUNCA FREQUENTE RARO
CONGESTÃO NASAL FREQUENTE ÀS VEZES FREQUENTE
DOR DE GARGANTA FREQUENTE ÀS VEZES ÀS VEZES
TOSSE E DESCONFORTO LEVE A MODERADO FREQUENTE, PODE SER SEVERO ÀS VEZES
COMPLICAÇÕES SINUSITE, OTITE BRONQUITE
PNEUMONIA, RISCO DE VIDA SINUSITE

Fonte- Dra. Angela Shimuta, otorrinolaringologista da Clínica de Especialidades Integrada

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Obesidade infantil

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 1/3 da população mundial está acima do peso considerado ideal, sendo que, nos últimos

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!