Clique e acesse a edição digital

Como diferenciar o choro do bebê

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Segundo a psicóloga, Cynthia Boscovich, “chorar é sinal de saúde para os bebês e eles precisam chorar e fazem isto por vários motivos, pois é a forma que tem inicialmente de se comunicar com o mundo”.
O choro dos bebês muitas vezes leva as pessoas a terem dúvidas a respeito de como lidar com eles. Ela explica que o bebê quando vem ao mundo tem inúmeras necessidades que precisam ser atendidas. Ele sente fome, sono, calor, frio, dor, irritação, dentre outras tantas coisas e para isto precisa que alguém o atenda e lhe proporcione bem estar, mas também necessita do carinho e da compreensão de outro ser para existir e esperamos que quem possa executar estes cuidados seja a sua própria mãe.
A psicóloga explica que o bebê chora por inúmeros motivos e a mãe que está debruçada sobre os seus cuidados, consegue perceber isto com muita facilidade.
Mas como saber por qual motivo um bebê está chorando?
Cynthia comenta que nem sempre o choro do bebê significa que ele está sofrendo, entretanto cada situação tem uma característica diferente e cada bebê tem sua forma de comunicar isso, daí a importância de se conhecer cada criança para poder compreendê-la.
“Geralmente o bebê com dor, sinaliza onde está doendo. Por exemplo, com dor de barriga, ele pode esticar as perninhas, com dor se ouvido, pode passar a mão no rosto. Com sono, o choro lembra irritação, parece incomodado. Porém cada bebê tem o seu jeito até de sentir dor, uns são mais sensíveis enquanto outros resistem mais às dores, por isso é preciso conhecê-lo. Mas não é possível conhecer um bebê sem estar com ele, sem prestar os cuidados a ele de forma constante e regular”, afirma.
Conforme ele vai crescendo, a forma de se comunicar se transforma e ele aprende a balbuciar, a demonstrar contentamento ou descontentamento com sinais corporais, como por exemplo: aceno de cabeça, sorrisos ou expressões faciais, antes de aprender a falar, explica a psicóloga.
“O bebê não vem com manual de instrução, mas é possível compreendê-lo se estiver atento aos seus sinais. O choro pode significar muita coisa, como satisfação, dor, fome e também tristeza”.
Mas o que fazer quando o bebê não pára de chorar?
Ela nos diz que quando isto acontece, é importante manter a calma. “A tranquilidade dos pais, facilita compreender o motivo pelo qual o bebê está chorando e a observar os sinais que ele dá. Após isto, é importante atendê-lo. Se estiver com fome, deve-se alimentá-lo, se estiver com frio ou calor, adequar sua vestimenta, se estiver com dor, providenciar o alívio da mesma, assim como fornecer o afago necessário ou até mesmo permitir que ele possa chorar para exercitar os seus pulmões e nestas horas a sorte de ter um vizinho que não reclame do barulho pode ajudar muito”, comenta.
Um bebê chorando às vezes apavora as pessoas e identificar o choro do bebê pode parecer uma tarefa difícil, no entanto “a mãe que está voltada aos cuidados de seu filhinho e adaptada às suas necessidades, consegue fazer isto com muita naturalidade”, ressalta a psicóloga.

Fonte- Psicóloga Cynthia Boscovich
www.cuidadomaterno.com.br

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Sexo na gravidez para os homens

Estamos “grávidos”. Isso afeta minha vida sexual? Alguns homens consideram o sexo durante a gravidez extremamente excitante; outros, no entanto, nem querem ouvir falar do

Leia Mais »

Células-tronco

Hoje em dia muito se fala sobre células-tronco. A todo momento o assunto aparece em entrevistas, reportagens, matérias e revistas. Sempre ficam muitas perguntas, dúvidas

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!