Clique e acesse a edição digital

Consenso leite de vaca

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Happy young mother in white Tshirt feeding her baby with baby formula standing in kitchen

Há tempos existe uma discussão em torno do leite de vaca e seus derivados. Há quem incentive seu consumo, frente aos nutrientes presentes neste alimento. Existem também quem se posicione contra o consumo dos lácteos, principalmente relacionando tais alimentos à possíveis potenciais inflamatórios, prejudicando um bom desenvolvimento metabólico.

Recentemente, a ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia) e a SBAN (Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição) publicaram um consenso sobre o consumo de leite de vaca pelo ser humano. O documento, publicado em setembro de 2023, traz diversos aspectos relacionando o consumo de lácteos com o desenvolvimento infantil até a senilidade.

Trago aqui alguns pontos deste consenso sobre o consumo de leite e seus derivados na infância:

“Na alimentação, os lácteos cumprem diversas funções. Os benefícios associados ao seu consumo em diferentes faixas etárias são relacionados à sua alta densidade nutricional, oferta de proteínas, cálcio e componentes com propriedades funcionais, e incluem: auxílio para correto crescimento e estrutura óssea na infância e adolescência, diminuição do risco de osteopenia e osteoporose, redução no risco de doenças crônicas (diabetes, obesidade), cardiovasculares, hipertensão e auxílio na prevenção de quadros de sarcopenia na senescência.”

“Para crianças, o uso de leite garante benefícios para o crescimento, saúde dental, hidratação, desempenho cognitivo e controle do apetite. Crianças a partir de um ano de idade que atendem às recomendações de laticínios são menos propensas a apresentarem deficiência de vários nutrientes essenciais, incluindo cálcio, magnésio, fósforo, proteína, riboflavina, vitamina A, vitamina B12, vitamina D, selênio, potássio e colina. Em contrapartida, a falta de consumo de leite, como pode ocorrer em casos de alergia já foi uma das causas de raquitismo descritas na literatura.”

“O consumo de leite de vaca é indicado para crianças a partir de um ano de idade (na impossibilidade do aleitamento materno) e ao longo de toda a vida”

É sabido que existem indivíduos intolerantes à lactose, bem como outros que apresentam APLV (Alergia a Proteína do Leite de Vaca), que devem evitar leite e seus derivados. Mas será que realmente devemos abolir o consumo do leite? Creio que seu consumo moderado, aliado a uma alimentação balanceada é benéfico ao desenvolvimento da criança e do adolescente. A saúde é sempre baseada em equilíbrio!

Link do Consenso: https://abran.org.br/media/files/abran_consenso_leite.pdf


Dr. André Veinert
Formado em pela Faculdade de Medicina da UNAERP – Universidade de Ribeirão Preto. Especialista em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia – ABRAN (RQE 69663) e Área de Atuação em Nutrição Parenteral e Enteral pela BRASPEN. Preceptor da Residência de Nutrologia do Hospital IGESP – São Paulo. Capacitação em obesidade e Lifestyle medicine pela Havard Medical School.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Meu filho não come

Como lidar com crianças com dificuldades de alimentação. Chegada a hora do almoço, começa a batalha entre pais e filhos. Depois de broncas, ameaças, choros

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!