Clique e acesse a edição digital

CUIDADOS COM A GESTANTE

Tempo de Leitura: 4 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
gestanteh-cp213

Gestante hipertensa: Saiba quais são os alimentos que podem ser consumidos

Para algumas futuras mamães a gravidez pode vim acompanhada de uma série de complicações e uma delas pode ser uma a hipertensão.

Esse mal acomete 7% das gestantes, sendo indispensável à mulher manter alguns cuidados para conseguir ter uma gestação saudável sem prejudicar o bebê.
“A hipertensão é mais comum em mulheres acima de 35 anos e também em gestantes de primeira viagem. Entretanto, a doença pode atingir qualquer mãe mantenha os níveis de estresse elevados, consumo em excesso de sal ou que ingere menos proteínas, pacientes com histórico familiar da doença”, afirma o Nutrólogo André Veinert, da Clínica Healthme Gerenciamento de Perda de Peso.
A hipertensão gestacional impede que a criança tenha um desenvolvimento saudável e no futuro ela pode apresentar problemas respiratórios. “A doença ainda tem a capacidade de reduzir o líquido amniótico atrapalhando a passagem de oxigênio pela placenta e o bebê também passa a se movimentar muito pouco”, explica o médico.
Monitorar a pressão com frequência é fundamental para a mãe evitar a hipertensão na gravidez. “Quando a hipertensão é identificada na gestação no terceiro trimestre é chamada de pré-eclâmpsia. Alguns sintomas como inchaço de mãos e face, perda de proteínas na urina pode indicar a doença”, revela o nutrólogo.
Os cuidados nutricionais na gestação devem ser redobrados para garantir a saúde da mãe e do bebê. “Controlar o peso nos nove meses é fundamental para evitar a obesidade”, diz o Dr. André.
É importante começar a se preocupar com a alimentação até mesmo antes da gestação. “A mulher precisa manter uma alimentação saudável e rica em ácido fólico. O ideal é consumi-lo três meses antes da concepção”, sugere o médico.
Alimentação na gestação
A gestante precisa consumir entre 1.800 e 2.000 calorias por dia. “A mulher tem que ter a consciência que não há necessidade dela comer por dois. É importante ingerir as calorias adequadas e controlar o aumento do peso”, informa o Dr. André.
Além de consumir os alimentos corretos, é importante ficar de olho no sal. “A gestante hipertensa não deve ultrapassar o consumo de 570 miligramas de sal por dia, o que equivale a ½ colher de café”, recomenda o nutrólogo.
Infelizmente não é possível prevenir a hipertensão gestacional, mas com acompanhamento pré-natal, entre outros cuidados é possível evitar complicações durante a gestação. “Uma boa alimentação, controlar o consumo de sal, praticar atividades físicas de acordo com a recomendação do médico, a mulher pode ter uma gestação tranquila e ainda assegurar a saúde do bebê”, aconselha o Dr. André.
Confira alguns alimentos que podem ser consumidos sem colocar a saúde do bebê e da gestante em risco:
Leite desnatado: rico em cálcio o leite não deve faltar na dieta. O cálcio ajuda na diminuição da pressão sanguínea.
Espinafre, cenoura, maracujá, banana: alimentos ricos em potássio estimula a eliminação do sódio no organismo.
Alho: é antioxidante e rico em vitamina C. Esse nutriente também auxilia na dilatação dos vasos sanguíneos reduzindo a pressão.
Salsa, cebolinha, coentro, alecrim: as ervas também contribuem para a diminuição da ingestão de sódio, um dos inimigos das mamães hipertensas.

Fonte: Nutrólogo André Veinert, da Clínica Healthme Gerenciamento de Perda de Peso

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Fimose na infância

Antes de mais nada precisamos entender o que é fimose, um tema tão frequente num consultório pediátrico, mas que gera preocupação e medo entre as

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!