Clique e acesse a edição digital

O bebê vegetariano

Tempo de Leitura: 4 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os pais, como responsáveis pela alimentação e demais cuidados do seu bebê, devem estar bem informados acerca das necessidades nutricionais nesta fase da vida dos seus filhos. É sua responsabilidade assegurar que os alimentos escolhidos fornecem todos os nutrientes necessários ao crescimento e ao desenvolvimento apropriados.

Durante os primeiros anos de vida os bebês crescem de forma espantosa, a uma velocidade que não mais se repetirá: no primeiro ano de vida, o bebê triplica o seu peso de nascença. As necessidades da maioria dos nutrientes são duas a três vezes maiores que as dos adultos (por quilograma de peso).

Considerando a pequena capacidade do estômago do bebê e a enorme velocidade com que crescem, percebemos porque é tão importante alimentá-lo exclusivamente com alimentos de elevado valor nutricional. As orientações nutricionais que se seguem pretendem ajudá-la a assegurar a saúde do seu bebê:

– O período de amamentação no peito deve ser no mínimo de seis meses e, de preferência, durante dois anos completos.

Quanto mais se estuda a composição do leite materno mais certezas se têm quanto à sua importância para a saúde do bebê. Jamais algum laboratório conseguirá produzir semelhante alimento. Muito mais do que um perfeito equilíbrio de nutrientes, o leite materno fornece substâncias especiais que protegem o sistema imunológico e ajuda a criar laços afetivos entre a mãe e o filho.

– Se a amamentação com leite materno não for possível, é recomendado um leite industrializado.

As fórmulas industriais de leite em pó para bebês são a alternativa mais aceitável para substituir o leite materno. Devem ser escolhidas as variedades enriquecidas com ferro (a grande maioria é enriquecida), pelo menos até à introdução de alimentos sólidos, ricos em ferro. Se a amamentação no peito for interrompida ou realizada menos de três vezes ao dia, deve usar igualmente um suplemento deste leite.

O leite de vaca é pobre em ferro, por isso não deve ser utilizado no primeiro ano de vida.

O leite de soja enriquecido ou não, o leite de tofu ou o leite de arroz não devem ser utilizados no primeiro ano de vida do bebê. Estas bebidas não fornecem os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento perfeitos, nesta fase da vida do bebê, podendo causar desnutrição.

– A partir dos 4 ou 6 meses pode começar a introduzir alimentos sólidos, diversificando mais a alimentação.

Até essa idade, o leite materno ou industrial é capaz de assegurar um fornecimento adequado de nutrientes ao desenvolvimento do bebê, nomeadamente proteínas e cálcio. Não existem regras rígidas quanto à ordem de introdução dos alimentos sólidos após esta idade, embora a sequência mais usual seja: cereais infantis (papinhas) seguidos de vegetais em sopa, frutas e finalmente alimentos ricos em proteínas (tofu, leguminosas, nozes, sementes, ovos).

– Os bebês lactantes não expostos ao sol em quantidade suficiente devem tomar suplementos de vitamina D. A DDR (Dose Diária Recomendada) determina que os bebês em lactação (desde o nascimento até aos 6 meses) não expostos ao sol, tomem suplementos de vitamina D de 5,0 a 7,5 µg por dia. Os bebês acima dos 6 meses devem receber um suplemento de 10 µg por dia. Pensa-se que o leite materno pode não fornecer a dose de vitamina D necessária ao bebê. Mesmo o leite das mulheres que se expõem regularmente ao sol e que consomem alimentos enriquecidos em vitamina D, pode não apresentar níveis dessa vitamina suficientemente.

Os bebês alimentados com leites industriais não necessitam de suplementos de vitamina D uma vez que essas fórmulas são enriquecidas com este nutriente.

– Os bebês lactantes vegans devem receber um suplemento de vitamina B12 diariamente.

Se for ovo-lacto-vegetariana e está amamentando, o seu bebê não precisa de suplemento de vitamina B12, a menos que a sua ingestão de leite, derivados e ovos seja limitada (menos de 3 copos de leite por dia ou 1 ovo).

Se é vegan, e está amamentando, o seu bebê deve receber um suplemento de pelo menos 0,5 µg por dia, do nascimento até aos dois anos de idade.

Se o seu bebê é alimentado com leite industrializado, não precisa dar-lhe suplemento de vitamina B12 porque o produto já é enriquecido.

O bebê vegetariano ou vegan pode ser tão saudável e bem nutrido como outros bebês. Basta que os pais estejam bem informados acerca das suas reais necessidades.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

A vinda do primeiro filho

Como evitar que as dificuldades naturais desta etapa influenciem negativamente a vida da futura família que se inaugura? Parece haver um consenso, pelo menos por

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!