Clique e acesse a edição digital

O irmão mais velho também precisa de atenção

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Happy children, toddler and older sister, hugging at home on a white blanket, smiling, shot from above. blonde girl hugging her newborn sister.

Com a chegada do bebê, toda a atenção volta-se para ele. Mas não é somente após o nascimento que o irmão mais velho às vezes é deixado de lado.

Durante toda a gestação há idas a consultas, os preparativos demandam tempo dos pais e existe uma ansiedade para a chegada do mais novo integrante da família.


É aí que surge a pergunta: O irmão mais velho consegue acompanhar e, principalmente, aceitar todas essas mudanças?

A expectativa de como serão os dias dali para frente mexe com a rotina de todos da casa, mas, em especial, o irmão mais velho tende a sentir um pouco mais essa mudança. Agora ele não será mais o único filho e isso pode gerar um desconforto inicial.

Cada criança reage de uma forma a chegada de um bebê

Nem todos os filhos reagem da mesma forma com a chegada de um bebê. Algumas crianças usam de agressividade, já outras regridem o comportamento a fim de encontrar uma maneira de chamar a atenção, voltando a fazer xixi na cama ou a pedir chupeta, por exemplo. Os pais devem conversar com o filho sobre este comportamento, com muita paciência e enaltecendo os pontos positivos do irmão mais velho já conseguir realizar algumas tarefas sozinhas.

Como podemos evitar que isso aconteça?


Não temos uma resposta certeira, mas sabemos de uma coisa: Com muito amor, carinho, dedicação e tempo, com certeza os pais vão conseguir construir os laços.

Fazer o irmão mais velho participar nos cuidados com o recém-nascido é uma boa forma de estreitar essa nova relação. Pedir pequenos auxílios, ainda que esses tornem uma troca de fralda rápida em uma tarefa um pouco mais demorada, fará com que o irmão mais velho perceba que ele pode ajudar a cuidar do irmão, o que trará satisfação e auxiliará no processo de aceitação.

Os pais devem dar tempo e serem compreensivos nesta etapa.

A chegada do bebê é novidade tanto para os Pais quanto para o filho mais velho. Demonstrar satisfação e gratidão pela ajuda do irmão também pode contribuir para o fazer entender que o amor e carinho continua o mesmo e que ele sempre terá espaço na casa e no coração dos seus Pais.

Fonte: Dr. Joseph El-Mann CRM 552212 (www.elmann.com)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!