Clique e acesse a edição digital

Posições para amamentar

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Dra. Angelina M. F. Gonçalves

A Semana do Aleitamento Materno é comemorada anualmente de 1 a 7  de agosto  em mais de 120 países com o intuito de estimular, esclarecer e consequentemente  promover a melhora da saúde do bebe no mundo.

Como já comentado previamente, o aleitamento materno auxilia tanto no desenvolvimento físico como emocional, possibilitando a formação de laços afetivos fortes entre você e seu filho.

Crianças não amamentadas têm mais chances de apresentar infecções como diarréia e vômitos, quadros respiratórios; obstipação intestinal, obesidade (com maior ocorrência de diabetes tipo 2) e habitualmente são mais resistentes a introdução de novos alimentos.

Diferentes posições podem ser adotadas durante o aleitamento. Antes de mais nada, você deve se sentir confortável, permitindo que o bebe tenha acesso fácil ao seio. Alguns cuidados básicos, no entanto,  precisam ser observados.  A cabeça e o corpo da criança devem estar alinhados, apoiados e ela   deve ser segura junto ao  seu corpo, voltada para a mama e com o nariz ao nível do mamilo, garantindo assim uma boa “pega” e sucção.

Se o posicionamento é adequado você não sente dor e  é possível visualizar a pele escura do mamilo  acima do lábio superior do pequeno, que estará sugando lenta e profundamente com pausas. Quando satisfeito, haverá a liberação espontânea da mama. Não se esqueça que os dois seios devem ser oferecidos na mesma mamada e quem estabelece os “horários“ é o seu filho, ao que chamamos de livre demanda.

Tomando estes cuidados você pode: Deitar e colocar o bebê em posição paralela, o que facilita durante as mamadas noturnas; segurar o bebê “barriga com barriga”, em posição transversal no colo, utilizando o braço contrário ao seio em que ele esta mamando; ou transversal, usando o mesmo braço; colocar o bebê de “cavalinho”, apoiado em uma de suas coxas e de frente para o seio ou  se valendo da posição invertida, com o bebê sob o braço do mesmo lado onde esta sendo oferecida a mama e as pernas voltadas para trás.  Tudo deve ser feito de maneira tranqüila, sem esforço e se necessário recorrendo-se ao uso de apoio nas pernas, costas e braços. Num primeiro momento, até parece difícil…mas que nada!  É só começar.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Escola, lugar de comer bem

Um grande desafio que os pais enfrentam desde quando a criança começa a ingerir alimentos sólidos é fazer com que goste de frutas, verduras e

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!