Clique e acesse a edição digital

Será que seu filho precisa de atendimento com o Fisioterapeuta Respiratório?

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Therapist makes massage to a little baby at modern cozy room. Health care and medical concept.

A fisioterapia respiratória é uma especialidade que visa a prevenção e tratamento de doenças que afetam o sistema respiratório. As técnicas têm como objetivo deslocar e/ou remover secreções das vias aéreas, melhorar a oxigenação pulmonar e diminuir o desconforto respiratório.

Indicada quando a criança apresenta algum tipo de desconforto respiratório, normalmente causado por infecções como bronquiolites e pneumonias, ou mesmo uma gripe muito forte, que ocasiona um acúmulo de secreção que a criança normalmente não consegue eliminá-la.

Entre as principais doenças que podem ser beneficiadas pela fisioterapia respiratória, estão a bronquiolite, fibrose cística, a asma, a bronquite, doenças do sistema nervoso que levam a insuficiência respiratória, pneumonia e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Por meio de técnicas específicas, o fisioterapeuta pode ajudar o paciente na expansão pulmonar, melhorando a eficiência da respiração e reduzindo o desconforto respiratório (falta de ar). Além disso, a fisioterapia respiratória também ajuda a eliminar o excesso de muco (higiene brônquica) e secreções das vias respiratórias, prevenindo a obstrução das vias aéreas e reduzindo o risco de infecções respiratórias.

Ela deve ser sempre realizada pelo fisioterapeuta em casa, na clínica, no hospital. O objetivo sempre será liberar as vias aéreas respiratórias, promover a higiene brônquica e aumentar a capacidade ventilatoria do pulmão e a troca gasosa, o que pode ser útil após uma cirurgia cardíaca, torácica ou abdominal para prevenção a pneumonia e atelectasia, por exemplo.

Minha função como fisioterapeuta está em auxiliar:

• Desobstruição do pulmão e vias aéreas superiores;

• Manutenção das vias aéreas;

• Facilitar a a ventilação e perfusão;

• Desmame Ventilatório.

As manobras são realizadas pelas mãos do fisioterapeuta diretamente sobre o tórax da criança. Porém, podemos utilizar dispositivos respiratórios que ajudam o bebê ou a criança respirar melhor durante a terapia.

Ela desempenha um papel crucial no manejo das doenças pulmonares, promovendo a melhora da função respiratória, a redução dos sintomas e o aumento da qualidade de vida dos pacientes. Por isso, é importante que os pacientes com doenças pulmonares busquem um fisioterapeuta qualificado para realizar o tratamento adequado.

Dra. Thais S. Rodrigues
Fisioterapeuta, apaixonada pela área da fisioterapia respiratória, formada pela Universidade Metodista de Piracicaba.
Pós-graduada em Terapia intensiva, Fisioterapia Neurofuncional pediátrico e adulto, Cuidados Paliativos e Oncologia. Há 9 anos Reabilitando Vidas.
@drathaissoleira
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Ludoterapia

A Ludoterapia é a adaptação do processo psico-terapêutico para o universo infantil, onde a brincadeira é a mais genuína forma de expressão. O objetivo da

Leia Mais »

Causas de choro no bebê

            O que se espera do recém-nascido logo após o nascimento? Que o bebê apresente choro forte indicando sua plena vitalidade. Neste momento, o ar

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!