Clique e acesse a edição digital

TIRE SUA DÚVIDA: POR QUE TODA GRÁVIDA TEM QUE SE EXERCITAR?

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Pregnant woman stretching training at home, copy space. Expectant female makes warmup aerobics exercise, sitting on mat, healthy pregnancy concept

No tempo da vovó, a gestante não podia fazer qualquer esforço e tinha que passar o dia todo em repouso para evitar complicações nos noves meses. Mas nos dias de hoje, as futuras mamães são muito mais ativas, elas trabalham, cuidam da casa, do marido e ainda arrumam tempo para ir ao salão de beleza. E ficar em casa de pernas para o ar e não se exercitar não está nos planos da mamãe do século XXI.

Os exercícios estão cada vez mais fazendo parte da rotina da gestante. Segundo Mariana Novaes, Fisioterapeuta, com orientações médicas, os exercícios podem ser feitos pela gestante. “Fazer atividade física alivia as dores, principalmente na lombar, inchaços, melhora a disposição da gestante e ainda aumenta a autoestima”, diz.

E os benefícios dos exercícios para as gestantes já foi comprovado. Uma pesquisa foi feita pela Universidade de Auckland (Nova Zelância) e pela Arizona University (EUA), com 84 grávidas. A metade dessas gestantes praticaram exercícios físicos, andaram de bicicleta cinco vezes na semana, durante 40 minutos. As futuras mamães que se exercitaram apresentaram resultados melhores em relação à saúde.

As futuras mamães podem malhar sem problemas, porém, elas precisam ficar atentas à frequência e a intensidade dos exercícios. “Independentemente do exercício que a gestante esteja praticando, é importante ficar atento à frequência cardíaca que não deve ultrapassar de 140 bpm”, explica a fisioterapeuta.

O tempo de duração da atividade pode variar de 30 a 45 minutos e a frequência é de duas a três vezes na semana. “O ideal é evitar atividades que exijam muito esforço físico e possam provocar quedas”, afirma Gabriela.

Qual atividade praticar?

Logo nos primeiros seis meses de gestação, a mulher tem mais chances de ganhar peso. Nesse período, atividades aeróbicas são as mais recomendadas. “As alterações posturais começam no último trimestre por conta do aumento da barriga. Para fortalecer a coluna e aliviar as dores, o pilates nessa fase é a atividade mais indicada, já que os exercícios ajudam a manter a postura”, ressalta a especialista.


Pilates para as futuras mamães

Os exercícios do pilates melhoram a circulação na região pélvica, alongam toda a coluna e musculatura da pélvis, evitam câimbras e varizes, auxiliam na prevenção de dores na coluna, fortalecem as pernas e mobilizam a articulação dos ombros. “O Pilates pode ser trabalhado ainda com o auxílio de aparelhos que irão beneficiar ainda mais a gestante”, conta a fisioterapeuta.

Cuidados que a gestante deve tomar

A fisioterapeuta revelou algumas dicas para a gestante se cuidar na hora dos exercícios. Confira:
– Antes de iniciar qualquer atividade física, consulte o seu médico;

– Para obter os benefícios do pilates, a gestante deve fazer pelo menos duas aulas por semana;

– Fique de olho na frequência cardíaca durante qualquer atividade física;

– Alerta: gestantes com placenta prévia ou baixa ou que tenham alguma doença que coloque a gravidez em risco não devem praticar a atividade.

Fonte: Mariana Novaes, Fisioterapeuta

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

A Disputa no Casamento

*Por Suely Buriasco O filme de Arnaldo Jabor “A Suprema Felicidade” traz uma interessante reflexão ao mostrar o relacionamento vicioso entre os pais do personagem

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!