Clique e acesse a edição digital

Travesseiro e colchão ideais para as crianças

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Smiling baby girl lying on a bed sleeping on blue sheets

Na hora de comprar o jogo de cama para o quarto das crianças muitos pais acabam se importando mais com a decoração do que com a saúde dos filhos. Nos primeiros anos de vida não há necessidade de a criança usar o travesseiro por conta da relação da cabeça com o tronco é indicado que o bebê durma sem travesseiro. “O travesseiro pode ser indicado nos casos em que a criança apresenta algum problema, como refluxo e precisa ficar com a cabeça mais elevada”, explica o Ortopedista Luiz Alberto Nakao Iha (CRM-SP 111559), formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e médico da Clínica Healthme.
De acordo com o ortopedista a função do travesseiro é alinhar toda a coluna do pescoço até a região lombar. “A partir do sexto mês pode ser iniciado o uso do travesseiro, mas ele deve ser firme, fino e pequeno para que consiga equilibrar a cabeça e o tronco”, afirma.
Se a criança ainda estiver no berço, o travesseiro deve preencher o espaço entre o colchão e a cabeça da criança com o objetivo de manter a coluna alinhada. “Os pais que ficam com receio de colocar o travesseiro para seus filhos a dica é levá-lo ao médico para que ele avalie e veja qual é o melhor para o seu filho”, comenta o ortopedista.
Os pais devem ficar atentos se o bebê não está com o pescoço inclinado para baixo “Neste caso troque o travesseiro por outro um pouco mais alto”, diz o Dr. Luiz Alberto.
Do berço para a cama

Ao notar que o pescoço do seu filho está pequeno para continuar dormir no berço e está na hora de dormir na cama os pais podem optar por um travesseiro de adulto, mas com uma altura mais baixa.
“A partir dos dois anos a criança já pode dormir numa cama baixa protegida por uma grade, pois aos poucos a criança já vai ter habilidade para sair da cama engatinhando”, comenta o médico.
O melhor colchão para o seu filho não é aquele que permite que as crianças pulam em cima, ou que tenha desenho. “O que é preciso levar em conta é a densidade do colchão. O colchão deve ter um grau de firmeza e ser confortável para amenizar os riscos de complicações. Para as crianças que estão na faixa etária de três a oito anos o colchão precisa ser confeccionado com um tecido que não esquente ou esfrie muito, a espuma mais indicada geralmente é de densidade 18 a 20 e para crianças maiores espuma de densidade 28 (dependendo do peso da criança).
Qual o melhor jeito de proteger contra ácaros?

O travesseiro que não tem proteção antimicrobiana contém aproximadamente 300 mil ácaros em seis meses. “O ideal é comprar um travesseiro com proteção antiácaro, pois eles evitam que os ácaros se instalem nos travesseiros garantindo conforto e segurança para as crianças”, comenta o Dr. Luiz.
Cuidados com travesseiro e colchõesConfira algumas dicas para preservar o sono e o conforto do seu filho:
• Opte por travesseiros antialérgicos e antiácaros;
• Antes de lavar o produto verifique a etiqueta e siga as orientações para higienização;
• Lembre-se que ambiente úmido pode favorecer para a proliferação de fungos e bactérias;
• A vida útil de um travesseiro é de, em média, cinco anos de uso.

Fonte: Ortopedista Luiz Alberto Nakao Iha – CRM-SP 111559, formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e médico da Clínica Healthme

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

DISFAGIA EM CRIANÇAS

Disfagia é a dificuldade para engolir, ou seja, deglutir. Pode estar presente em bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos e vir acompanhada por uma patolologia

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!