Clique e acesse a edição digital

TSH ALTO NA GESTAÇÃO PODE ATRASAR O DESENVOLVIMENTO COGNITIVO DA CRIANÇA

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Segundo a endocrinologista Carolina Mantelli Borges, da Clínica de Especialidade Integrada, as mulheres com hipofunção tireoidiana precisam ser tratadas, pois se isso não for feito o sistema neurológico do bebê pode ser afetado. “Pode ocorrer uma insuficiência no transporte hormonal através da placenta para o bebê. Caso a mãe tenha uma doença autoimune da tireoide, o tratamento merece atenção redobrada para assegurar o transporte de hormônio tireoidiano em quantidades adequadas”, explica.
Durante o primeiro trimestre da gestação, os bebês dependem dos hormônios tireoidianos da mãe, fornecidos por meio da placenta, e que garante um desenvolvimento saudável, principalmente neurológico. “Quando a gestante com hipotireoidismo apresenta uma deficiência de hormônio, a criança pode nascer com problemas no desenvolvimento neurológico em graus variáveis”, destaca a endocrinologista.
Caso o hipotireoidismo não seja tratado durante a gestação, o risco de alteração no desenvolvimento psicomotor da criança aumenta em quase seis vezes. O diagnóstico das doenças tireoidianas maternas pode ser confundido com outras alterações fisiológicas devido ao estado gestacional. “O hipotireoidismo durante a gestação está associado ao maior risco de hipertensão gestacional pré-eclampsia, descolamento de placenta, anemia, aborto espontâneo e parto prematuro, hemorragia pós-parto, sofrimento fetal, morte perinatal e recém-nascidos com baixo peso para a idade gestacional”, alerta Carolina.
Controlando os hormônios
Crianças nascidas de mães com hipotireoidismo não tratado, especialmente, no início da gestação, apresentam deficiência em índices de desenvolvimento neurológico, diminuição de QI e dificuldade de aprendizado escolar, déficit de atenção e hiperatividade. “As gestantes que apresentam o problema precisam de um acompanhamento endocrinológico durante a gravidez, para controlar a reposição hormonal de maneira adequada com o intuito de ajustar a deficiência. Afinal doses excessivas também podem comprometer a saúde”, recomenda a médica.
Cuidados necessários durante a gravidez
Durante a gravidez, as mulheres portadoras de hipotireoidismo devem ter a sua dose diária de T4 aumentada. “O desenvolvimento do bebê pode ser afetado caso o T4 esteja baixo. As gestantes com hipotireoidismo podem apresentar maior risco de abortamento. Entretanto, se o hipotireoidismo estiver normalizado, o crescimento da criança não será prejudicado”, garante a endocrinologista.

Fonte- Dra. Carolina Mantelli Borges, endocrinologista da Clínica de Especialidades Integrada

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Depressão durante a gestação

Por muito tempo, acreditou-se que as mulheres grávidas ficavam protegidas contra os transtornos da mente, já que passariam por uma fase “abençoada”. Para muitas gestantes,

Leia Mais »

Parto público e privado

O parto na rede pública, e privada com e sem plano de saúde Os procedimentos, condutas hospitalares e direitos da mulher em relação ao parto

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!