Clique e acesse a edição digital

Como identificar talentos e habilidades na infância?

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Smart child against green chalkboard. Funny kid wearing helmet with lightbulb. Education, start up and business idea concept

Estudo divulgado pela BBC News Brasil mostra que no país, 40% do talento de uma criança é desperdiçado

Há quem diga que a infância é a melhor fase da vida. Mas, será que neste período já é possível pensar no futuro das crianças e descobrir talentos e habilidades que podem ser encarados como uma carreira? Os pequenos, mostram os sinais desde cedo para aquilo que eles se identificam… seja com o esporte, atividade física, tendência para as artes e muito mais…. A infância de uma criança pode ser muito rica em vivências para que com o passar dos anos ela já consiga, lá na frente, na adolescência, mentalizar ou definir qual área deve seguir. E isso pode ser potencializado com o auxílio dos pais, que é fundamental.  

De acordo com um estudo divulgado pela BBC News Brasil, 40% do talento de uma criança é desperdiçado no país. A pesquisa ainda revela que os dados alertam os governos para a importância de investir em pessoas. Um dos pontos chave é a motivação! Mas como isso pode ser estimulado através dos pais? O primeiro passo é conversar com a criança e tentar descobrir aquilo que possui interesse ou curiosidade de conhecer, ou simplesmente observar. As crianças se expressam de forma muito genuína através dos movimentos, brincadeiras e de suas experiências, deixando sinais daquilo que pode ser desenvolvido.

E algumas dicas podem ser seguidas para estimular talentos e habilidades na infância:  

– Deixe a criança brincar livremente. É importante deixar esse espaço para que a criatividade seja aflorada.  

– Você pode criar um ambiente favorável e estimulador com brinquedos e cenários lúdicos.  

– Através das brincadeiras, faça desafios. Os pequenos amam atividades desse tipo.  

– É essencial incluir as crianças em atividades domésticas que possam ser realizadas. Isso fortalece o entendimento da colaboração.  

– Leitura, escritas e muitas histórias. O hábito de ler para seus filhos pode ajudá-los a ampliar o conhecimento.  

– Reduza o uso de tablet, celular e tempo durante as telas para que a criança possa realizar mais atividades presenciais e ao ar livre.  

– Se você mãe ou pai, possuem algum dom ou talento e pretendem incentivar seu filho, fiquem à vontade. Mas é importante alertar que muitos pais carregam sonhos que não conseguiram realizar e muitas vezes tentam transferir para seus filhos. O ideal é deixar a criança a vontade. Não tente impor algo. O ponto principal é que a atividade deve ser prazerosa para a criança, podendo proporcionar ainda um autoconhecimento, que irá sendo desenvolvido pouco a pouco.


Dra. Danielle Negri
Médica pediatra e neonatologista, com mais de 17 anos de experiência. É CEO de um complexo pediátrico no Leblon. Formada pela UFF, possui mestrado pelo conceituado Instituto Fernandes Figueira. Responsável pela UTI neonatal da Perinatal. Anualmente, viaja para os EUA para apresentar suas pesquisas e se atualizar nos congressos mais importantes da área pela Academia Americana de Pediatria e pela Sociedade de Neonatologia.
@dradaniellenegri
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Doenças comuns na infância

Nem todas as doenças costumam ser graves, mas exigem cuidados específicos para evitar complicações Catapora A catapora, também chamada de varicela, é uma das doenças

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!