Clique e acesse a edição digital

Esmalte para crianças

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
friendship-concept-with-two-girls-polishing-nails

Esmalte para crianças

Ao longo dos anos, o público consumidor, mulheres e também marido e namorados, está mais atento e mais exigente.

Atitudes e gestos presentes em nosso cotidiano, são imitados e repetidos pelas crianças. Estão cada vez mais precoces e não é de hoje que tentam imitar os adultos.

Os rituais que as mães praticam diariamente: cabelos, maquiagem, unhas, cremes, são acompanhados atentamente por nossos filhos, meninas e meninos também, afinal, cuidado pessoal, não é um privilégio feminino.

As meninas acompanham atentamente o ritual das mães e fazem o “programa das meninas”: vão ao cabeleireiro, ao shopping, compras e querem logicamente, imitar.
Mas, pode?
Muitos pediatras não aprovam o uso de esmaltes tradicionais por conterem em suas fórmulas produtos considerados tóxicos. Pigmentos cancerígenos como cobaltos, níquel, ativos tóxicos e agressivos as unhas como tolueno, formaldeído, DBP, não devem aparecer nas formulações.
Além da toxicidade, se queremos um mundo melhor, lembrar-se dos ” Testes em animais”. Não se justifica que com tanta tecnologia, os animais sejam maltratados para que fiquemos mais belas!
Analise e apoie o site onde você pode conferir as indústrias nacionais que não testam em animais, filiados ao PEA (Projeto Esperança Animal).
E avalie, novamente, com atenção (e espanto) o site americano, onde você confere as indústrias que fazem testes em animais, denunciados pelo PETA (The Foundation to Support Animal Protection).
Em uma grande lista de esmaltes importados e já em algumas marcas nacionais, vemos um símbolo:
3 √ FREE
Sinaliza a ausência de DBP, tolueno e formaldeído, trinca de ingredientes comumente presente em esmaltes com potencial alergênico.
A alergia em geral, ocorre principalmente à custa do tolueno e do formaldeído. E a rinite? Se passarem as mãos esmaltadas na face, coça, coça o nariz, olhos e etc.

O formaldeído tem seu uso controlado pela ANVISA, pois pode provocar irritação nos olhos e problemas respiratórios. Pode também ser potencialmente cancerígeno. Nos esmaltes aumenta a aderência, o brilho e durabilidade do cosmético.

O DBP é usado como plastificante e aumenta o brilho e flexibilidade, enquanto o tolueno (derivado do benzeno) é o solvente tradicional do esmalte. A retirada desses componentes dos esmaltes aumenta o custo dos mesmos, diminui sua durabilidade nas unhas. É um preço muito pequeno para preservar a saúde das mulheres.

Conteúdo autorizado para reprodução na Revista Materlife com a fonte retida pelo publicador.
Divulgado em: Doutora Isis (www.doutoraisis.com.br)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!