Clique e acesse a edição digital

Exercícios para prevenção e controle da dor lombar na gestação

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A prevalência de dor lombar durante a gestação varia de 50 até 80% das mulheres. As alterações hormonais, vasculares, o aumento de peso, as alterações posturais e a frouxidão ligamentar são algumas das causas das dores na região baixa da coluna. Alguns estudos tentam identificar os fatores de risco, sendo que os mais comuns são: dor lombar antes da gravidez e menor nível sócio econômico, sendo que este último está relacionado com movimentos repetitivos e carregar pesos.

Apesar de ser considerada comum, a lombalgia é um sintoma que, em grau maior, pode causar incapacidade motora, insônia, depressão, e podem impedir a gestante de levar uma vida normal. Como as dores podem provocar uma limitação importante na vida diária da gestante é um assunto que não deve ser negligenciado.

Levando em consideração que algumas pesquisas demonstram que mulheres que tem uma condição física melhor apresentam menor chance de desenvolver a lombalgia durante a gravidez, temos aqui mais um motivo para ter um estilo de vida ativo, mesmo que se inicie durante a gestação.

O fortalecimento muscular do abdome e coluna lombar, bem como o relaxamento da musculatura das costas ajudam na prevenção e diminuem as dores. No entanto, mudanças de hábitos como forma de dormir, levantar e carregar pesos também precisam ser revistos. Quando estes recursos não produzem efeitos positivos os medicamentos (prescritos pelo médico) e a fisioterapia poderão ser utilizados, além de cintas de sustentação do abdômen.

Como a dor lombar é um fator comum, se faz necessário o controle desta variável durante a execução dos exercícios, bem como as modificações de algumas posturas para não aumentar este desconforto. Os relaxamentos e massagens são técnicas que podem ser utilizadas durante as aulas. A hidroginástica também é uma boa atividade, pois a água produz um relaxamento natural, além de não provocar impacto nas articulações e diminuir os inchaços.

Algumas pesquisas relatam que as dores lombares também podem se manifestar no pós-parto, agora decorrentes dos cuidados com o bebê, pois a mãe adota algumas posturas inadequadas na troca de roupas, banho e amamentação. Sendo assim, os exercícios devem ser retomados assim que houver liberação médica, bem como modificar as posturas que prejudicam a coluna.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Criança combina com água.

Quem pensa em uma vida saudável para seus filhos, pensa em natação.  Quanto mais nova uma criança começa a praticar uma atividade física, melhor. Esportes

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!