Clique e acesse a edição digital

Melasma

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Woman, beauty and freckles, curly hair and facial treatment, makeup and body care aesthetics, shine or glow on studio background. Young model, melasma face and natural cosmetics, skincare or wellness.

O melasma é uma condição dermatológica caracterizada pelo surgimento de manchas escuras na pele que acometem áreas expostas ao sol. Incide em todas as raças e em ambos os sexos, predominando em mulheres em idade fértil e de fototipos mais elevados.

O melasma tem inúmeras causas e a exata origem ainda permanece desconhecida, sabendo-se que a radiação ultravioleta é o fator preponderante. Outras condições implicadas são o uso de contraceptivos orais, tratamento hormonal, gravidez e história familiar. Estudos recentes apontam que de 55% a 64% casos dessa condição têm história familiar positiva, sugerindo a predisposição genética para o melasma

As manchas escurecidas surgem porque os melanócitos, que são as células da pele responsáveis pela produção de melanina (substância que dá a cor da pele), começam a trabalhar exageradamente, produzindo melanina em excesso, o que resulta em escurecimento localizado da pele.

Essa melanina em excesso pode se localizar na epiderme (camada mais superficial da pele), na derme (camada mais profunda da pele) ou em ambas, determinando o melasma epidérmico, dérmico ou misto, respectivamente.

Essa classificação é útil pois ajuda o médico dermatologista prever o grau de sucesso do tratamento, já que quanto mais profundo localiza-se o pigmento, mais difícil é alcançá-lo.

O melasma é uma condição crônica e recorrente. Quando as manchas surgem por conta de gravidez ou tratamento com hormônios, elas podem desaparecer após o parto ou ao final do tratamento.

Na maioria dos casos, porém, as lesões são persistentes, tendem a melhorar com o tempo, mas não desaparecem totalmente.

Independentemente da causa, as manchas tendem a piorar com a exposição solar.

O tratamento do melasma inclui disciplina e persistência, pois os resultados são lentos e como a exposição solar é um agente estimulante, desencadeante e agravante, recomenda-se que os pacientes em tratamento evitem o sol.

Proteção solar é fundamental para todos os tipos de manchas

independentemente do seu tipo de pele. As medidas de proteção devem ser realizadas diariamente, mesmo nos dias nublados ou chuvosos

O tratamento é feito com cremes clareadores, que podem ser a base de hidroquinona, ácido retinóico, ácido glicólico entre outros, a fim de clarear a pele e manter a via da pigmentação bloqueada, evitando que a mancha reapareça. Atualmente existem diversos agentes clareadores, que podem ser utilizados com orientação médica conforme cada caso. Para potencializar o tratamento e obter um clareamento mais rápido e eficaz, são realizados alguns tratamentos como peeling químico e tratamentos a laser. Estes tratamentos devem ser bem escolhidos e orientados pois nem todos os tipos de peeling ou de laser são recomendados. Eles auxiliam no clareamento, mas precisam muito da complementação do filtro solar e dos clareadores para que as manchas não voltem ou piorem após o tratamento.


Dra. Fernanda Módolo de Paula de Moura Campos
Médica Dermatologista com título de Especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Dermatologia
CRM 120155
RQE 67162
femedmodolo@yahoo.com.br
@femodolo.dermato
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

INTERAÇÃO INFANTIL

Desde o momento em que a criança nasce ela cria meios de interação com o mundo externo. As formas muito limitadas de comunicação só são

Leia Mais »

Dermatite atópica

Estamos em outubro, o mês das crianças, então vamos falar da doença dermatológica que mais afeta os pequenos. O tema hoje é dermatite atópica, alguns

Leia Mais »

Contos de fadas

Há tantos e valiosos benefícios em se contar histórias para uma criança… Ao contrário do que se acreditava, os contos de fadas fazem parte da

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!