Clique e acesse a edição digital

Alimentação infantil nas férias: como manter uma rotina saudável?

Tempo de Leitura: 4 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
kid-eating-burger-home

É janeiro e o período de férias é marcado por deixar a rotina de lado. As crianças estão com tempo livre, dorme e acordam mais tarde. O exercício muitas vezes não é uma opção, pois os espaços de atividade física fecham. E não poderia deixar de citar que a alimentação, muitas vezes, é substituída por lanches rápidos e com pouco valor nutricional. Em alguns momentos a refeição é realizada na sala, em outros dias, o almoço é pulado e em alguns o jantar pode ser um lanchinho rápido. Portanto, à família cabe o importante desafio de manter uma alimentação equilibrada. E para te ajudar, separei algumas dicas:

Determine o dia da alimentação mais calórica. Se você pretende realizar algum passeio na cidade, escolha com a criança qual será o local para realizar uma refeição especial. E sempre incentive para que ela faça escolhas adequadas e não exagere nas calorias.

Evite comidas que contenham muito sal. O sal retém líquido e pode provocar desconforto para a criança especialmente se o passeio for na praia ou piscina. Pense em refeições com alimentos frescos e leves. Como por exemplo: sanduíche com frango ou peixe e salada, tapioca, milho-verde, suco ou frutas.

Evite consumir alimentos preparados em barraquinhas ou lanchonetes nos dias de passeios. Normalmente, eles ficam muito tempo expostos ao sol, fora de refrigeração e estragam com maior facilidade e podem provocar infecção ou intoxicação alimentar. Se for possível, leve com você uma bolsa ou caixa térmica. Assim, garante uma refeição segura.

Evite oferecer para as crianças frituras e alimentos gordurosos. O processo de digestão é mais lento e pode provocar desconforto durante o passeio para a criança.

Evite que seu filho consuma refrigerante e bebida gaseificada. Elas favorecem a desidratação por meio da eliminação de sais minerais pela urina. Priorize água, suco natural, polpa ou integral, água de coco ou saborizada.

Frutas ricas em água, como melancia, melão, tangerina, laranja e abacaxi são ótimas para hidratar. Invista nelas. Você pode levar para os passeios utilizando bolsa térmica. Combine com o seu filho de manter o consumo diário de frutas.

Incentive o consumo de gelinhos, sorvetes e picolés a base de frutas. Normalmente eles têm menos açúcar e gordura. E assim, fica uma sobremesa menos calórica e com maior valor nutricional.

Não pule a refeição do almoço. Mesmo que a criança coma pouco. É melhor pouco do que ficar o dia todo se alimentando de lanches ou guloseimas. Faça combinados. Se pulou o almoço, o jantar precisa ser realizado seguindo a regra das cinco cores no prato.

Se você estiver viajando, ofereça sempre um café da manhã completo e reforçado. Especialmente se for dia de passeio. Assim, se a próxima refeição for atrasar você não precisa se render as guloseimas.

Para viagens de carro ou avião, a minha sugestão é levar sempre lanche e frutas. Assim, você consegue garantir que a criança fique bem alimentada no período de deslocamento.

Frutas como banana, morango, amora, pera, maçã, ameixa e mexerica são boas opções para transporte. E para lanchinhos você pode investir em barra de cereal, mix de oleaginosas, muffins doce ou salgado, sanduíches, suco integral, água de coco, chips de batata doce, maçã ou banana etc.

Com escolhas simples é possível aproveitar as férias e sem esquecer que o hábito saudável deve sempre estar com o seu filho.

Nutricionista

Débora Christina

Nutricionista Infantil e Escolar. Especialista em Nutrição Clínica Pediátrica; Nutrição Clínica e Terapia Nutricional; Alimentos, Nutrição e Saúde no Espaço Escolar e Mestre em Saúde Pública. Atendimento clínico para bebês a partir do 6° mês até crianças com 12 anos.


@nutrideborachristina

(45) 99904-1285

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

A tão importante irmandade

Psicóloga especializada em terapia infantil esclarece que o posicionamento dos pais em relação ao ciúme entre irmãos é fundamental para o bom relacionamento da família.

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!