Clique e acesse a edição digital

ALIMENTOS PARA ALIVIAR AS DORES NA GESTAÇÃO

Tempo de Leitura: 5 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Até o nascimento do bebê as mamães podem sofrer outros incômodos como tonturas, cansaço ou prisão de ventre. Para amenizar esses sintomas o ideal é a gestante manter uma alimentação equilibrada em vitaminas, proteínas e minerais.
De acordo com a nutróloga Liliane Oppermann (CRM-123314), a mãe deve ingerir um cardápio variado com todos os tipos de nutrientes que ela e o bebê precisam.
“O ideal é se alimentar de maneira saudável e sem excessos, para suprir as necessidades da gestante e do bebê. É importante consumir cereais, frutas, carnes, laticínios, produtos integrais, mas todos eles devem ser ingeridos na quantidade certa”, explica a médica.
Durante essa fase é preciso aumentar o consumo de calorias e por esse motivo, as mamães devem alimentar-se várias vezes ao dia, procurando fazer refeições pequenas e com intervalos regulares.
“Alimentação durante a gestação requer de alguns cuidados. A mãe deve evitar consumir doses exageradas de fontes de açúcar, óleos e gorduras. Alimentos indigestos e sal devem ser ingeridos moderadamente. Bebidas alcoólicas e café não devem ser consumidos”, recomenda a nutróloga Liliane Oppermann.
Alimentos do bem
Existem alguns alimentos que devem ser evitados ou consumidos bem pouco durante a gravidez. Ingerir alimentos ricos em ferro como carne vermelha, feijão, espinafre, beterraba e ácido fólico que pode ser encontrado em verduras com cor verde escura, ajudam o organismo a receber a gestação e amenizam os sintomas que a mulher sofre durante esse período.
“As câimbras, náuseas, inchaço podem ser aliviados com a ingestão de alguns alimentos. Tomar bastante água e consumir algumas frutas como laranja, abacaxi, banana é uma alternativa para a gestante que sofre com esses desconfortos”, esclarece a nutróloga Liliane Oppermann.
A nutróloga Liliane Oppermann revela quais são os alimentos que podem interferir no organismo e amenizar esses problemas. Mamães anotem na sua agenda e não se esqueçam de consumi-los:
Espinafre, rúcula, frutas cítricas e grãos integrais amenizam os enjoos
Ricos em ácido fólico nutriente que é fundamental para as gestantes, esses alimentos estimulam a formação dos ácidos digestivos que favorece para o esvaziamento gástrico auxiliando na diminuição dos enjoos.
“Os vegetais escuros devem ser consumidos durante toda a gestação. Eles são ricos em vitaminas como A, B2,K e E. Além de, prevenir a malformações fetais durante o primeiro trimestre da gravidez devido a quantidade de ácido fólico encontrada nesses alimentos, eles também amenizam os enjoos”,alerta a nutróloga Liliane Oppermann.
Banana nanica reduz câimbras na gestação
Às câimbras que ocorrem em algumas gestantes acontecem por causa da falta de cálcio e potássio no organismo. Para amenizá-las, beba bastante água e consuma banana que é uma excelente fonte de potássio e vitamina B6.
Fique de olho no sal e evite inchaço nos pés
O inchaço na gravidez ocorre devido à retenção de líquidos que comprimi os vasos localizados na região pélvica, prejudicando o retorno do sangue que está nas pernas. Para evitar esse problema a gestante deve reduzir o consumo de sal e evitar alimentos com alto teor de sódio e gordurosos.
Abacaxi alivia ânsia e vômitos
É uma fruta rica em vitamina C, sendo considerado um nutriente importante para o fortalecimento do sistema imunológico e da placenta. O seu consumo ajuda a reduzir ânsia e vômitos durante a gravidez.
Acabe com a prisão de ventre consumindo alimentos ricos em fibras
O crescimento do útero é um dos fatores que acarretam a prisão de ventre. O segredo para amenizar esse problema é ingerir bastante líquido e consumir mamão, ameixa, polvilhe farelo de aveia ou farinha de linhaça sobre a comida.
Ingredientes Mágicos
Conheça outras fontes de alimentos que não devem faltar nas refeições da mamãe para que ela desenvolva uma gestação saudável e tranquila:
Carboidrato
A carência do carboidrato pode provocar fadiga excessiva na gestante. Por isso, inclua em suas refeições batata, arroz, pão e massas.
Ferro
O ferro contribui para a formação das células sanguíneas do feto. A falta desse alimento pode causar anemia, prejudicando a saúde da mãe e do bebê. Não deixe de consumir feijão, fígado, legumes e verduras em geral.
Niacina (Do complexo B)
A falta de niacina pode causar diarreia, dermatite e intenso nervosismo na gestante. Ela pode ser encontrada em verduras, legumes, ovos, carne magra, leite e derivados.
Cálcio e Fósforo
A inexistência desses alimentos provocam malformação óssea, gengivite e câimbras. Consuma leite e derivados, gema de ovo e cereais integrais que são ricos em cálcio. Já as carnes magras e laticínios fornecem fósforo.
É importante sempre lembrar que o crescimento do bebê é responsável por aquilo que a mãe come. Por isso, vamos começar a comer bem mamãe?
– Prefira os carboidratos integrais como arroz integral, macarrão integral, aveia, granola, pão integral, biscoito integral;
– Escolha carnes magras como o peito de frango ou carne vermelha;
– Consuma três a cinco frutas no dia. Uma em cada refeição;
– Prepare e cozinhe os alimentos de forma simples;
– Beba bastante água e também leite ou seus derivados;
– Evite consumir alimentos muito condimentados e com demasiado sal;
-Não deixe de lavar bem os alimentos antes de comer,
Fonte- Nutrologa Liliane Oppermann – (CRM 123314)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Parto Normal vs Cesárea

Principais pretextos para cesariana sem respaldo científico *Dra. Melania Maria Ramos de Amorim Nos artigos anteriores desta série, apresentamos a magnitude do problema das cesarianas

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!