Clique e acesse a edição digital

Pediculose da cabeça (piolhos)

Tempo de Leitura: 5 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Pediculosis. Woman with lice and nits, closeup. View through magnifying glass on hair

Os piolhos são pequenos insetos sem asas que vivem entre os cabelos humanos e se alimentam do sangue do couro cabeludo. São um problema comum, especialmente entre as crianças, pois se espalham facilmente de pessoa para pessoa e, às vezes, são difíceis de eliminar. Suas mordidas podem causar coceira e irritação no couro cabeludo de uma criança, podendo levar a infecções secundárias.

Os piolhos são irritantes, mas não são perigosos e não transmitem doenças. Eles não são um sinal de falta de higiene, pois precisam de sangue e não se importam se é de alguém limpo ou sujo.

É melhor tratar os piolhos imediatamente para evitar que se espalhem.

Quais são os sinais e sintomas dos piolhos?

A menos que uma criança tenha muitos piolhos, é mais comum encontrar lêndeas no cabelo do que piolhos vivos rastejando no couro cabeludo. Os ovos dos piolhos eclodem de 1 a 2 semanas após serem postos. Após a eclosão, a casca restante parece branca ou transparente e permanece presa à haste do cabelo. É nesse momento que é mais fácil identificá-los, pois o cabelo fica mais comprido e a casca do ovo se afasta do couro cabeludo.

Algumas crianças apresentam irritação leve ao coçar, enquanto outras podem desenvolver erupções na pele. Coçar excessivamente pode levar a uma infecção bacteriana. É importante observar se há gânglios linfáticos inchados na parte posterior ou frontal do pescoço, bem como pele vermelha e sensível que pode apresentar crostas e secreção.

Como posso verificar se há piolhos em meu filho?

Procure piolhos e lêndeas no couro cabeludo, atrás das orelhas e ao redor da nuca. É raro que os piolhos estejam nos cílios ou nas sobrancelhas.

Pode ser difícil encontrar uma ninfa ou um piolho adulto, pois normalmente não há muitos deles e eles se movem rapidamente. Procure por lêndeas presas ao cabelo perto do couro cabeludo, que podem se assemelhar a caspa ou sujeira. Uma lupa e uma luz forte podem ajudar na sua inspeção.

A melhor maneira de verificar é usar um pente fino nos cabelos molhados. Depois de aplicar bastante condicionador, penteie o cabelo em mechas bem pequenas e procure por piolhos ou lêndeas no pente. Você pode limpar o pente em um lenço de papel ou papel toalha, onde será mais fácil vê-los.

Se o seu filho estiver coçando a cabeça, mas você não tiver certeza se são piolhos, peça ao médico do seu filho ou à enfermeira da escola ou creche para dar uma olhada.

Como são tratados os piolhos?

As duas principais formas de tratar piolhos são medicamentos ou remoção manual. Existem xampus, cremes para enxágue e loções disponíveis que matam os piolhos.

Às vezes, os piolhos podem ser resistentes a alguns medicamentos. Se você achar que um tratamento não está funcionando, converse com seu médico. O médico também pode prescrever um xampu ou loção medicamentosa. Para casos de piolhos muito resistentes, o médico pode recomendar o uso de remédios por via oral.

Remoção manual: A remoção manual de piolhos e lêndeas pode encerrar o trabalho se o medicamento não livrar completamente o seu filho dos piolhos (nenhum medicamento é 100% eficaz). Além disso, é a única opção para crianças de 2 meses ou menos, que não devem ser tratadas com medicamentos contra piolhos.

Penteie o cabelo molhado do seu filho com um pente fino, uma mecha de cada vez. Use bastante condicionador para facilitar o pentear. Após cada vez que pentear, limpe o pente em uma toalha de papel úmida para verificar piolhos ou lêndeas. Faça isso a cada 2–3 dias por 2–3 semanas depois de não encontrar mais piolhos vivos.

Os piolhos se espalham rapidamente de pessoa para pessoa, especialmente em ambientes de grupo como escolas, creches, festas do pijama, atividades esportivas e acampamentos.


Eles não podem voar ou pular, mas têm garras que os permitem rastejar e agarrar-se aos cabelos. Os piolhos se espalham por meio do contato direto e do compartilhamento de roupas, roupas de cama, pentes, escovas e chapéus.

Animais de estimação não podem pegar piolhos e transmiti-los às pessoas ou vice-versa.

Podemos prevenir os piolhos?


Para se livrar dos piolhos e de seus ovos, e para ajudar a evitar que voltem:

• Lave todas as roupas de cama, bichinhos de pelúcia e roupas usadas nos 2 dias anteriores ao tratamento. Lave em água bem quente (54,4°C) e depois coloque-os no ciclo quente da secadora por pelo menos 20 minutos.

• Limpe a seco itens que não podem ser lavados. Ou coloque-os em sacos herméticos por 2 semanas.

• Aspire carpetes e quaisquer móveis estofados (em sua casa ou carro) e jogue fora o saco do aspirador.

• Mergulhe itens para cuidados com os cabelos, como pentes, presilhas, laços ou faixas de cabelo, tiaras e escovas, em água quente ou descarte-os. Instrua as crianças a não compartilharem esses itens.

• Como os piolhos passam facilmente de pessoa para pessoa na mesma casa, verifique todos os membros da família. Trate todos que têm piolhos para que não os transmitam.

• Diga às crianças para tentarem evitar o contato direto na escola (na academia, no parquinho ou durante a prática de esportes) e enquanto brincam em casa com outras crianças.

Como muitos pais sabem, combater os piolhos pode ser uma batalha contínua. Não há dúvida de que eles podem ser insetos difíceis de eliminar.

Dra. Fernanda Módolo de Paula de Moura Campos
Médica Dermatologista com título de Especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Dermatologia
CRM 120155
RQE 67162
femedmodolo@yahoo.com.br
@femodolo.dermato
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Varizes na gravidez

Veias dilatadas e tortuosas, as varizes se desenvolvem sob a pele e, dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou

Leia Mais »

2 a 4 Anos: Comportamento

Por volta dos 3 anos, geralmente começa uma fase de “enfrentamento” com pais. É o momento de começar o processo de disciplina. Muitos comportamentos e

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!