Clique e acesse a edição digital

Saúde íntima e autocuidado: celebrando a plenitude feminina

Tempo de Leitura: 4 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
close-up-conceito-de-massagem-no-abdomen

Viver bem, com saúde no corpo e na mente, é uma arte que se aperfeiçoa com o tempo e com a experiência. No cenário atual, em que somos bombardeadas por padrões irreais de beleza, é imprescindível cultivarmos uma visão crítica e seletiva. A mulher pode fortalecer sua autonomia escolhendo conscientemente o que absorver das mídias, transformando pressões externas em oportunidades para reforçar a autoestima e o bem-estar.

Para viver bem e feliz, é necessário equilibrar diferentes aspectos da vida. Exercícios físicos, uma dieta balanceada, momentos de lazer e o cultivo de relações sociais positivas contribuem significativamente para a saúde física e mental. Práticas de mindfulness (atenção plena) e meditação também podem ser ferramentas poderosas para manter a mente serena e resiliente diante das adversidades.

No que tange à saúde íntima, avançamos muito em termos de tratamentos e cuidados que podem ajudar as mulheres a se sentirem plenas e felizes com sua intimidade. A fisioterapia pélvica, por exemplo, é uma prática que fortalece a musculatura do assoalho pélvico, trazendo benefícios como a melhoria da função sexual e a prevenção de incontinências. Tratamentos com laser na região íntima podem melhorar a qualidade do tecido vaginal, aumentando a lubrificação e a elasticidade, o que é particularmente benéfico após a menopausa ou o parto.

Para complementar essas práticas, eis algumas dicas para a manutenção da saúde íntima no dia a dia:

Exercícios Pélvicos: A prática regular de exercícios de Kegel ou Pompoarismo pode ajudar a fortalecer o assoalho pélvico, prevenindo incontinência e melhorando a vida sexual. Estes podem ser realizados em qualquer lugar e a qualquer hora, e consistem em contrair e relaxar os músculos da pélvis.

Hidratação Íntima: Manter a pele hidratada é fundamental, inclusive na área íntima. Produtos específicos para esta região podem auxiliar na manutenção de uma pele saudável, evitando ressecamentos e desconfortos.

Consumo de Água: Beber água suficiente é vital para todas as funções do corpo, incluindo a manutenção de um sistema reprodutivo saudável e para a prevenção de infecções urinárias.

Roupa Íntima Adequada: Prefira roupas íntimas de algodão e evite peças muito apertadas, pois estas podem causar irritação e favorecer o aparecimento de infecções.

Nutrição Equilibrada: Uma dieta rica em fibras, vitaminas e minerais, e pobre em alimentos processados, ajuda a manter um sistema reprodutivo saudável e a regular os hormônios.

Consultas Regulares: Visitas periódicas ao ginecologista são essenciais para monitorar a saúde íntima e tratar qualquer questão o mais cedo possível.

Além disso, a terapia hormonal bioidêntica é uma alternativa que tem ganhado espaço. Esta abordagem personaliza o tratamento hormonal com base nas necessidades individuais de cada mulher, proporcionando uma melhora na qualidade de vida e na sensação de bem-estar.

É importante ressaltar que a saúde íntima não se limita a tratamentos e cuidados médicos. Sentir-se plena e feliz com a intimidade também passa pela aceitação do próprio corpo e pela liberdade de fazer escolhas que estejam alinhadas com os valores pessoais. Isso inclui a decisão de quando e como ter filhos, a liberdade de expressar a sexualidade e o direito de viver sem violência ou discriminação.

As escolhas relacionadas à saúde íntima devem ser informadas e respeitosas com o corpo. Isso significa procurar profissionais qualificados, informar-se sobre os procedimentos e entender que cada tratamento deve ser adaptado às necessidades e desejos individuais. A saúde íntima é uma parte fundamental do bem-estar geral, e cuidar dela é um ato de amor-próprio.

Envelhecer com autonomia é também aprender a dizer não aos padrões que nos são impostos e sim à nossa própria história e identidade. É entender que cada marca, cada linha, tem sua história e seu valor. A aceitação de nós mesmas nesse processo é um ato de resistência e de amor.

Estou aqui para caminhar com vocês nessa jornada de autocuidado e aceitação, ajudando a manter a saúde íntima e a promover a beleza da maturidade de forma saudável e respeitosa. Vamos juntas celebrar cada etapa da vida, valorizando nossa saúde, nossa história e nossa verdadeira essência, alcançando a nossa plenitude feminina.

Dra. Viviane Carolina Vendramini
Com título em Ginecologia e Obstetrícia pela Febrasgo.
Membro da ABGREF.
Especialista em Cirurgia íntima feminina, em Endoscopia Ginecológica e em
Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia.
Pós-graduada em Sexualidade Humana pela FMUSP e em Reprodução Humana pelo
Instituto de Pesquisa do Hospital Sírio Libanês.
CRM-SP 134.036
@dravivianevendramini
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

A era das fotos digitais

Na era das fotos digitais podíamos esperar que o trabalho dos fotógrafos profissionais fosse resumido em função das câmeras estarem mais acessíveis aos lares de

Leia Mais »

Causas de choro no bebê

            O que se espera do recém-nascido logo após o nascimento? Que o bebê apresente choro forte indicando sua plena vitalidade. Neste momento, o ar

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!