Clique e acesse a edição digital

Tratamentos para esculpir suas curvas

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
0_0000_PRM

Indermoterapia:
A Indermoterapia é um tratamento que constitui uma drenagem linfática similar à manual, porém feita com um equipamento eletrônico. A diferença entre a Indermoterapia e a drenagem manual se dá pelo grau do problema do paciente. A primeira age com uma sucção que promove pressão negativa, a qual traz o sangue para a superfície, oxigenando o tecido. O resultado é a melhora do aspecto da pele, além de ajudar a modelar o corpo, coisa que a massagem não faz com tanta precisão.

Ultra-som:
O ultra-som é um aparelho de radiofreqüência, utilizado para a redução de inchaços e para potencializar os resultados da Drenagem Linfática e da Indermoterapia, tratamentos que combatem fibroses, celulite e reduzem medidas corporais.

Eletro-estimulação:
Equipamento de contração muscular por meio de choques. Aumenta o tônus dos músculos e promove a oxigenação do tecido. Indicam-se no mínimo 10 sessões. Duas vezes por semana.

Manthus:
O Manthus é uma técnica de ultrassom associada a um estímulo elétrico capaz de reduzir medidas e melhorar o aspecto de ondulação da pele, como celulites e estrias. O Manthus age na pele combinando ultrasssom, correntes elétricas e eletroporação. O Manthus pode ser utilizado para redução de gorduras e celulites, no tratamento pré e pós-operatório acelerando a absorção de hematomas e também tratamentos fisioterápicos.

Fonte- Dermatologista Fernando Passos de Freitas

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Ultra-sonografia

O primeiro exame é geralmente realizado entre 6 e 8 semanas e serve para confirmar a gravidez normal, identificando o embrião dentro do útero, com

Leia Mais »

Gripe H1N1 na gravidez

Estou grávida. Preciso me preocupar com a gripe suína? Sim. A gripe suína, causada pelo vírus influenza A/H1N1, já demonstrou provocar mais complicações e mortes

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!