Clique e acesse a edição digital

COMO ATUA A MEDICINA ORTOMOLECULAR NO PRÉ-NATAL?

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

No entanto, é preciso deixar claro que este acompanhamento não dispensa o pré-natal com o obstetra. “A medicina ortomolecular atua como coadjuvante, podendo indicar a suplementação de nutrientes e vitaminas, que visam saúde e bem estar da mãe e do bebê”, reforça a especialista.
Antes de iniciar o tratamento, porém, o especialista deve solicitar uma série de exames tradicionais, como sangue e urina, além de outros mais específicos para avaliar a dosagem hormonal da tireoide e do estresse, por exemplo. “Com tais informações, é elaborado um tratamento personalizado para a gestante”, diz Anna. Afinal, a gravidez é um período de muitas alterações físicas e emocionais que podem atrapalhar a mãe e o desenvolvimento do bebê. “O tratamento ortomolecular não interfere no pré-natal realizado com obstetra, mas procura compensar o desgaste do organismo nessa fase, que também é influenciado por fatores externos como estresse, poluição e alimentação inadequada”, informa.
Durante a gravidez, qualquer mulher precisa de um acompanhamento especial, pois fica mais suscetível a desenvolver infecções, apresentar anemia e alergias, enfrentar problemas na pele e demais desconfortos. Além disso, Anna destaca que outro assunto importante é o controle do peso. “Por meio de uma alimentação balanceada e reposição de nutrientes pode ser mais tranquilo para a gestante manter o ganho de peso sob controle, sem ter de enfrentar o desgaste de um aumento de peso excessivo”, afirma.
De olho nos nutrientes
Para a especialista, os suplementos nutricionais e vitamínicos não substituem uma dieta rica em legumes, verduras, carnes magras, lácteos, cereais e frutas. “Por isso, a indicação sempre é apostar em um cardápio variado e nutritivo. Evitando alimentos gordurosos, industrializados e refrigerantes”, ensina Anna.
E para facilitar, a médica Anna Bordini lista os principais alimentos que devem compor a dieta de uma gestante, ressaltando os minerais e as vitaminas essenciais para uma gravidez saudável. Confira:
Ferro
Pode ser encontrado em carnes vermelhas e brancas, feijão, lentilha, grão-de-bico, folhas verde-escuras e beterraba.
Cálcio
Está presente em leites e seus derivados como queijos e iogurte, além de brócolis e nozes.
Magnésio
Mineral encontrado em cereais, arroz integral, nozes e frutas como abacate e damasco seco.
Vitamina B6
Presente no germe de trigo, ervilha, cenoura e banana.
Vitamina C
Em frutas cítricas como laranja, limão e abacaxi, além de ser encontrada em verduras como agrião, brócolis, couve e espinafre.
Vitamina E
Pode ser encontrado em cereais integrais, castanhas e ovos.
Fonte- Dra. Anna Bordini (CRM- 111.280), médica ginecologista com pratica ortomolecular da Clínica Bertolini.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Parto de emergência

Existem dois partos chamados de emergência. A cesariana de emergência e o parto normal feito de maneira inesperada. A cesariana de emergência acontece quando há

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!