Clique e acesse a edição digital

SEU FILHO FALA COM A LÍNGUA ENTRE OS DENTES: SAIBA O QUE FAZER

Tempo de Leitura: 3 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

De acordo com a fonoaudióloga Ana Paula Bautzer, da Clínica de Especialidades Integrada, o ceceio pode estar relacionado ao tônus da língua ou aos maus hábitos como chupar dedo, chupeta ou se a criança consome uma alimentação muito pastosa e mole para a idade. “O ceceio não corresponde à língua presa que é, na verdade, decorrente de um problema anatômico causado pelo freio lingual muito curto. O ceceio ocorre por diversas razões como língua mais flácida parecendo estar maior que a estrutura óssea ou dentária, problemas respiratórios e alterações nas arcadas dentárias”, explica.
A forma mais comum destes sons serem produzidos é protrusão da língua entre os dentes incisivos e também quando a língua se interpõe lateralmente produzindo um chiado. “A flacidez dos músculos ligada à postura inadequada da língua e dos lábios provoca a pronúncia errada dos fonemas”, destaca a fonoaudióloga.
Segundo a fonoaudióloga Ana Paula Bautzer existem vários tipos de alteração no ponto de articulação, dentre eles:
Ceceio central ou anterior: a língua fica mal posicionada entre os dentes anteriores.
Ceceio lateral: a ponta da língua faz pressão sobre os incisivos centrais superiores e a corrente de ar fica dividida causando um escape lateral do ar durante a fala.
Com a língua nos dentes
Os pais devem ficar atentos à respiração do seu filho, principalmente, na hora de dormir. As crianças com dificuldade para respirar desenvolvem uma postura incorreta da língua mantendo os lábios sempre abertos e prejudicando a fala correta e a deglutição. “Quando a criança apresenta uma mordida aberta, consequentemente, ela irá desenvolver a protrusão dos dentes, o que interfere ainda mais no fechamento da boca. Essa alteração contribui para a manutenção da postura inadequada e da flacidez da musculatura oral e facial”, acrescenta Ana Paula.
Tratamento
Se o seu filho apresenta respiração bucal, o primeiro passo é investigar as causas e observar a existência de problemas musculares. O tratamento fonoaudiólogo para qualquer alteração de ponto de articulação é feito por intermédio de exercícios e orientações em relação à mastigação, deglutição e postura. “Os exercícios vão trabalhar a força muscular e, aos poucos, corrigir a posição da língua. O tratamento exige paciência e dedicação para obter um bom resultado”, afirma a fonoaudióloga.
Caso observe o ceceio, trocas na fala, respiração bucal procure um fonoaudiólogo e busque corrigir o problema, assim evita que seu filho seja motivo de piadinhas entre os colegas. Para ajudar nessa identificação, a especialista enumerou algumas dicas e hábitos que podem indicar e causar algum problema:
• Observe se o seu filho respira confortavelmente pelo nariz.
• Cuidado com as alergias, resfriados ou sinusites para que seu filho consiga respirar normalmente pelo nariz.
• Não deixe seu filho chupar o dedo ou outros hábitos pois podem contribuir para o desenvolvimento errado na arcada dentária.
• Incentive seu filho a largar a chupeta e abandonar a mamadeira. Aos poucos, troque a mamadeira por copos ou canudos.

Fonte- Ana Paula Bautzer, Fonoaudióloga da Clínica de Especialidades Integrada

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Benefícios em penca

A banana é utilizada in natura, cozida, assada, em doces, compotas ou bolos. De fácil consumo, basta descascá-la para ter acesso a seus benefícios. É

Leia Mais »

Parto: vaginal ou cesariana

Sabe-se, atualmente, que mediante uma série de sinais complexos, mãe e criança realizam um compromisso que coloca um fim à duração da gravidez. Neste contexto,

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!