Clique e acesse a edição digital

Fimose na infância

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
kid-1200

Antes de mais nada precisamos entender o que é fimose, um tema tão frequente num consultório pediátrico, mas que gera preocupação e medo entre as mães.

O pênis é composto pelo corpo e glande (“cabeça”), onde se encontra a extremidade da uretra. O prepúcio é a pele que envolve a glande. Geralmente é retrátil e a incapacidade de exposição da glande ao ser tracionado o prepúcio é chamada de fimose. Mas por que acontece isto?

Não é só o fato de o prepúcio estar colado à glande, mas a presença de um anel estreito que impede a exposição, decorrente de processos inflamatórios locais como assaduras ou prática inadequada de massagens, que forçam a pele causando microtraumas favorecendo a formação de cicatrizes, o que reduz a elasticidade local.

Aos 6 meses de idade, 20% das crianças conseguem expor a glande; aos 3 anos, 90%. Assim, tratamentos devem ser evitados antes de 1 ano de idade. Entre 1 a 5 anos, dependendo da avaliação de seu pediatra, o tratamento clínico por meio de corticoide tópico na forma de cremes associado à manobras de estiramento prepucial não traumático pode ser empregado durante 4 a 6 semanas, com eficácia de 95%. A conduta cirúrgica raramente é empregada, sendo reservada para casos mais graves ou refratários.

Pergunte ao seu pediatra, tire suas dúvidas. Seguindo suas recomendações você não precisa se preocupar! Fonte: Dra. Angelina M. F. Gonçalves

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Os benefícios dos cereais

Ricas fontes de fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes, estes alimentos podem ser facilmente incluídos na dieta diária Milho, arroz, aveia e linhaça são apenas alguns

Leia Mais »

Verão dourado

Os bronzeadores com filtro atualmente podem ser também encontrados em gel, gel creme, spray líquido, úteis espeialmente para pessoas que não gostam da sensação “oleosa”

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!