Clique e acesse a edição digital

Você sente náuseas ou sofre com vômitos na gestação?

Tempo de Leitura: 2 minutos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Pregnant woman with labor pain

Conheça os fatores que desencadeiam queixas gastrointestinais.

Na Hiperêmese Gravídica, você pode não tolerar alimentos e sofrer com náuseas e vômitos. Sua necessidade nutricional sofre alterações e seu estômago acaba ficando mais sensível a alguns nutrientes. A tendência é que esse fenômeno diminua a partir do 4o mês de gestação. 

Sintomas como desconforto estomacal e até mesmo dor abdominal, sensação de entupimento e enjoos são considerados comuns nos primeiros meses de gestação. De qualquer forma, é indicado que você comunique esse problema ao seu obstetra.

Tem mais: alguns fatores psicológicos tais como estresse, ansiedade e até depressão são capazes de desencadear a indisposição estomacal. 

Você também pode sentir a ação do refluxo gastroesofágico, que consiste no retorno do suco gástrico para o esôfago, e acontece com metade das mulheres no período de gestação. A maior frequência é no primeiro e terceiro trimestre gestacional e os motivos podem variar, mas os sintomas causados são de azia e regurgitação.

Nos primeiros três meses, o problema aparentemente acontece por causa de alterações hormonais que relaxam a musculatura inferior do esôfago. Isso propicia o refluxo. Já nos últimos três meses, o fenômeno volta a acontecer graças ao aumento da pressão abdominal. À medida que as dimensões do útero e do bebê ficam maiores, a mulher pode sentir este desconforto mais constantemente.  

Hormônios influenciam o processo.

Durante a gestação, acontece um crescimento na produção dos hormônios femininos. É natural que as gestantes sintam mudanças de apetite, já que, logo no início da gravidez, a redução dos níveis de aminoácidos e glicose provocam alterações metabólicas. Assim, sensações como náuseas matinais são justificadas por essa oscilação hormonal.

Mais uma característica que pode ser apontada é a produção de elevada quantidade de progesterona por parte da placenta. Isso prolonga o esvaziamento gástrico o que, nesta fase, diminui naturalmente o tônus e o movimento do trato gastrintestinal. Viva

Informação também é cuidado. Cuide-se sempre bem para viver cada vez melhor.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Campanha brincando e aprendendo

É importante lembrar que nunca duas crianças apresentam exatamente o mesmo ritmo de desenvolvimento. Assim, algumas destas atividades podem ser muito fáceis para umas e

Leia Mais »

As Alergias e as crianças

Alérgeno é um termo geral usado para descrever algo que causa uma reação alérgica. Os alérgenos são proteínas minúsculas encontradas em certas substâncias. Alguns são

Leia Mais »

Se cuide com a aromaterapia

A palavra “aromaterapia” é uma invenção do químico francês René Maurice Gattefosse que, em 1910, descobriu os poderes curativos do óleo de lavanda quando se

Leia Mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!